quarta-feira, 13 de junho de 2007

Virado a paulista

Prato completo leva: arroz branco, tutu de feijão, linguiça, ovo frito, couve refogada, bisteca suína, torresmo e banana nanica frita.


Primeiramente quero agradecer a Akemi por ter me convidado para o evento "Sabores da minha terra".
Fiquei tão lisonjeada por ter lembrado de mim, amiga! Vc é um doce e tem um lugar muito especial no meu coração e no meu blog, rsrs
Obrigada de verdade por ser tão gentil comigo e ter me recebido tão bem no seu grupo de amigos virtuais
Bjos mil!


Confesso que minutos após ter aceito o convite da Akemi, pensei: "Caraca! O que eu vou fazer? Sou paulista!!!"
E convenhamos que a nossa culinaria não é uma coisa assim tãããão bem definida culturalmente, haja vista que nossa cidade é um verdadeiro caldeirão receptivo neh? Tanto que a maioria pensa em pizza e macarronada ao imaginar a culinaria de Sampa :)

Mas dando aquela pesquisadinha básica no ORÁCULO DA SABEDORIA vulgo Google, descobri que Sampa tem sim muitos pratos típicos, e um que me aventurei a fazer foi o Virado a Paulista. Já tinha experimentado em restaurantes de hotel, de fazenda e tals, e sempre imaginei que apesar do nome, a comida era mineira (sério! Olha só: couve, tutu, ovo frito... quer coisa mais mineira que isso? Rsrs). Mas o prato é paulista da gema como aduz o próprio nome, e por isso o elegi para ser a receita que representa minha cidade natal - a Cidade da Garoa!

Ah! Só um detalhe, ou melhor dois:
Eu substituí o arroz branco pelo integral e não fiz o torresmo, esse criminoso não entra em casa, ho ho ho! Questão de saúde pública mesmo :)

Receitinha esperta:

Para o tutu

3 xícaras de feijão cozido e batido no liquidificador (usei mixer, mais pratico e menos sujeira)
2 dentes de alho picados ou amassados
1 cebola média picada
Sal e pimenta do reino
1/2 xícara de farinha de mandioca crua (usei a temperada que tinha em casa)
2 colheres (sopa) de óleo de soja ou azeite
2 xícaras de água
Refogar a cebola e o alho. Quando a cebola estiver transparente, juntar o feijão e deixar ferver por uns 10 minutos para que tome o gosto dos temperos; acrescentar 2 xícaras de água e sal a gosto. Quando estiver encorpado, juntar uma xícara de farinha de mandioca. Mexer sem parar, até que tome o aspecto de um pirão grosso.

Para a bisteca

2 bistecas (fiz 4 com a mesma medida de suco de limão indicada abaixo e ficou perfeito!)
Suco de 2 limões
Sal e pimenta do reino
Óleo para fritura
Temperar as bistecas com o suco dos limões, o sal e a pimenta do reino a gosto. Deixar descansar por 1 hora, depois em uma panela pré-aquecida acrescentar o o óleo ou o azeite, as bistecas e fritar com a panela tampada acrescentando água na medida em que for secando (isso é muito importante para que a carne fique cozida por dentro e depois de frita, bem sequinha). Após uns 30 min. retirar do fogo e servir como acompanhamento do tutu.

Para as bananas

2 bananas nanicas (usei 4 e cortei em rodelas)
1 ovo batido com 1copo de leite
Farinha de trigo para empanar
Farinha de rosca para empanar
Óleo para fritar por imersão
Cortar as bananas, passar pelo ovo batido, depois pela farinha de trigo, ovo novamente e em seguida pela farinha de rosca. Fritar em óleo bem quente e por imersão (mergulhando o ingrediente no óleo).
Linguiças

1/2 kg de lingüiças fresca ou caipira
Água fervente
Óleo para fritura
Cozinhar as lingüiças em água fervente por 20 min. ou até que estejam completamente cozidas. Cortar em rodela e fritar em uma panela pré-aquecida.

Ovos

2 ovos
Sal
Óleo para fritura
Fritei com bastante óleo, do jeito que minha bisavó fazia (mega calórico, mas é muito melhor que o feito em antiaderente, sem óleo nenhum... e é uma vez na vida neh? To perdoada!)

Couve

1 maço de couve lavado e higienizado (comprei cortado e embalado)
1 fio de óleo
1 dente de alho em lascas
Sal
Em uma panela pré-aquecida acrescentar o óleo e o sal. Refogar a couve rapidamente e servir. (Costumo tampar a panela para que murche sem queimar)

Torresmo

Não fiz mas passo a receita... só aviso que não sei se é boa, porque nunca testei, rsrs

1/2 kg de panceta
2 litros de água fervente
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
Óleo para fritar em imersão
Cortar a panceta em tiras para torresmo de aproximadamente 5x10. Colocar o bicarbonato na água fervente, cozinhar o torresmo na água fervente, por uns 20 min. ou até que solte bastante espuma, depois retirar do cozimento, escorrer e fritar em óleo bem quente e com a panela tampada. Retirar da fritura e escorrer em papel toalha.

Bem galera, essa foi a receita e o jantar de ontem... Pesadinho neh? Eu sei, mas valeu a pena participar - eu adorei!
Agora passo a bola para a Cinara e para a Claudia

Bjus

10 comentários:

Agdah disse...

Menina, que elaborado. Adorei a produção.

Cinara disse...

Sheila, muito obrigada pelo convite! Agora me explica uma coisa: eu devo fazer algo aqui de São Paulo também, ou pode ser um prato da minha "outra terra", a região onde morei nos EUA? (Eu volto aqui para ver sua resposta, OK?) Bjs!

S. disse...

Oi Ci,
creio que no seu caso pode ser um prato da sua 2ª cidade natal, rsrs
acho que só precisa explicar isso no post :)
No blog da Paula não tem regras tão definidas, então fica a seu critério mesmo.
Vou ficar esperando ansiosamente seu post, to imaginando a delícia que vai sair,
bjão!!!

S. disse...

Agdah, muito obrigada!
Deu trabalho nenhum, acredita? Pensei que seria bem mais dificil e fiquei super feliz com o resultado :)

Cinara disse...

Entendido, Sheila! Pode deixar comigo... ;o) Bjs!

Cláudia A. disse...

Olá Sheila, não sei como mas apesar de ter um foodblog também e andar por esses blogs a bastante tempo nunca tinha vindo aqui. Achei o Entre Erros e Acertos nos links da Agdá. Adorei seu blog e seu jeito de escrever. Vou linkar você já, já. Passa lá no Comfort Food para fazer uma visitinha. Um beijo.

Akemi disse...

Querida Sheila, eu que agradeço por participar deste evento! E olha que belo prato você nos representou!!! Já estou aqui a salivar, amiga! Foi mesmo a primeira vez que você fez esse prato???? rsss
Está tudo perfeito e o texto, como sempre, divertido e super gostoso de ler!
Beijos e bom final de semana para vocês!!! ;-)

J-Weick disse...

Sinceramente?
Prefiro o meu cozido.

U.u/~


auhahahahahaha
Tia Aya Cooker! Mandou ver!

=*
Ja ne...

Cláudia disse...

Obrigada pelo convite, estou um pouco atarefada, tava crente em fazer um feijão tropeiro, porque minha terra natal, Sorocaba, foi muito importante no tempo do tropeirismo,mas aí lembrei-me que esta culinária é gaúcha. Tô escolhendo outro prato.
bjs

S. disse...

Akemi,
foi a primeira vez sim! Confesso que tive muito receio, mas no fim das contas deu tudo certo neh :)

Weick,
seu chatonildo Ò.ó - agora a tia quer comer seu cozido pra conferir u.U'

Claudia,
to ansiosa pra saber o que irá fazer :)